27 de mar de 2012

Especialistas dizem que parte da sociedade cobra soluções higienistas para problemas com moradores de rua

Brasília – A Constituição Federal estabelece que a assistência social deve ser prestada a quem necessite. Ainda assim, segundo servidores públicos do Distrito Federal, a atenção básica e a humanização do atendimento a moradores de rua enfrenta a oposição de muitas pessoas que não reconhecem em quem mora na rua um cidadão, detentor de direitos, entre eles, o de receber a devida atenção do Estado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário