1 de jun de 2012

MPF representa contra repórter por violação aos direitos constitucionais de um entrevistado

Nos trinta artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, estão descritos direitos básicos que garantem uma vida digna para todos. Eles asseguram liberdade, educação, saúde, cultura, informação, alimentação, respeito e moradia adequada, entre outros. A declaração serve de guia para as condutas de governos e cidadãos, mas, constantemente esses direitos são violados.

O MPF/BA  representou ação à Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) contra a repórter Mirella Cunha, por apresentar indícios de violação aos direitos constitucionais de um preso. Há alguns meses, o programa Brasil Urgente, transmitido pela afiliada baiana da emissora Band, veiculou uma entrevista feita pela jornalista com um rapaz de 18 anos que se encontrava preso e algemado em uma delegacia de polícia, à disposição do Estado, sob a suspeita de crime patrimonial e estupro.

Fonte: Turminha do MPF

Nenhum comentário:

Postar um comentário