19 de dez de 2011

Adolescentes vão elaborar propostas para infância

Rio  - Adolescentes de 12 a 17 anos ficarão encarregados de pensar projetos e propostas para melhorar a vida de crianças e jovens no estado. A decisão foi tomada semana passada, durante a 9ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que acabou sexta-feira na Quinta da Boa Vista, Zona Norte.

Foram escolhidos 38 delegados para integrar comissão, dentre os quais 10 são menores de idade. As propostas serão analisadas e enviadas para a conferência estadual, que será realizada em abril de 2012, e para a nacional, em julho. Depois, documento com todas as ideias será entregue ao Governo Federal.

A estudante Renata Cristina Cassiano dos Anjos, de 13 anos, será uma das delegadas. A adolescente, que foi bastante aplaudida após elogiar a aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei 7.672/2010, conhecido como Lei da Palmada, ficou entre os primeiros colocados.

Para a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Deise Gravina, a conferência teve saldo positivo. “Aconteceu o que nós queríamos: a quantidade de adolescentes foi maior que a de adultos. Eles se mobilizaram, discutiram e apresentaram ideias para a próxima conferência”, comemorou Deise.

A presidente do conselho explicou que todas as propostas apresentadas nos três dias de evento foram aprovadas. Segundo ela, o próximo passo será resumir as ideias apresentadas. “As propostas municipais serão deliberadas pelo conselho, para serem seguidas no município. Depois, iremos resumir tudo aquilo que foi proposto e enviar para a conferência estadual, e, por último, ao Governo Federal”, enumerou Deise.

http://odia.ig.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário