16 de ago de 2012

280 casos de violência contra crianças e adolescentes

O Núcleo de Prevenção a Violências e Acidentes (Nupeva) da Secretaria Municipal de Saúde notificou, de janeiro a julho de 2012, 208 casos suspeitos ou confirmados de diferentes tipos de violência contra a criança e adolescente. O número de notificações e as estratégias da capital sergipana para ajudar na prevenção e monitoramento da violência contra a criança e o adolescente foram apresentadas ao Ministério Publico (MP/SE), durante a reunião da Comissão Avaliadora do Prêmio Inovare – cujo objetivo é identificar premiar e disseminar ações inovadoras.
A reunião foi coordenada pela Promotoria dos Direitos da Criança do Adolescente do MP e contou com a participação de representantes das redes sociais que atuam com o Sistema de Aviso Legal por Violências, Maus Tratos ou Exploração Sexual Contra a Criança e o  Adolescente (Salve).  Um dos objetivos da reunião foi o de conhecer os avanços alcançados em Aracaju e em Sergipe com a implementação do Salve.
A referência técnica do Nupeva/SMS, Karla Viviane Andrade, destacou a importância do Salve no município de Aracaju. “O Salve está contribuindo com a ampliação e o fortalecimento da intersetorialidade da rede de proteção a criança e o adolescente”, diz. 
Entre os 208 casos notificados pelo Nupeva/SMS estão registrados os mais diferentes tipos de violência como situações de negligência e abandono, abuso sexual, trabalho infantil, abuso físico, abuso psicológico e síndrome especificada de maus tratos.
As informações coletadas são de usuários atendidos nas diversas unidades de assistência em Saúde: Unidades de Saúde da Família; Centros de Especialidades Medicas de Aracaju (Cemar); Centros de Atendimento Psicossocial (Caps); o Serviço de Referencia Estadual de Atendimento as Vitimas de Violência Sexual da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes e nas urgências da zona Norte e zona Sul da capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário